Tag Archives: Público

O mundo das mídias sociais

2 dez

Em 2011, muito se falou sobre as mídias sociais e sobre a importância delas para o relacionamento com o público. Com o ano chegando ao fim, é comum aparecerem as retrospectivas sobre os principais números. A videoinfographs fez um vídeo que resume bem os números das maiores redes sociais como Facebook, Twitter, LinkedIn, Youtube, Flicker, entre outras.

O vídeo traz alguns dados interessantes como o fato de o Facebook ter ultrapassado o Google como site mais visitado do mundo e que a cada minuto, são postados 510 mil novos comentários na rede. Já sobre o Twitter, são postados em média 1736 tweets por segundo e a maioria das mensagens não ultrapassa 40 caracteres.

Os dados revelam que as empresas não podem mais ignorar ou subestimar o papel das mídias sociais no planejamento de ações de mídia e relacionamento com o público. Confira abaixo o vídeo “The world of social media 2011”.

Como usar o LinkedIn para atrair olhares para sua empresa

2 set

Muitas empresas usam o Twitter e o Facebook para entrar em contato com o público e divulgar informação. Mas que tal usar a rede profissional LinkedIn para aumentar o network da empresa, atrair novos talentos e investimentos e se tornar referência no seu ramo de negócio?

O blog americano HubSpot publicou um e-book gratuito sobre “Como gerar liderança usando o LinkedIn” e achei interessante compartilhar algumas dicas que eles sugerem.

1. Participar do “LinkedIn respostas” – Esta  é uma das ferramentas mais úteis e menos utilizadas do LinkedIn. Nela, o usuário pode fazer perguntas sobre temas variados ou sobre uma área específica como tecnologia, sustentabilidade, operações empresariais, desenvolvimento de carreira, entre outras. É interessante que a empresa responda perguntas relacionadas ao seu segmento de mercado para ser vista como uma referência na área. Além disso, é uma forma de fornecer informação útil e atrair pessoas para o seu próprio site ou blog.

2. Adicionar aplicativos do LinkedIn – Uma forma de deixar a página do LinkedIn mais interessante é adicionar aplicativos que tornem a visita à página mais rica, como portfólio e apresentações da empresa, calendário de eventos, tweets ou blog link para manter seus contatos sempre informados.

3. Conduzir busca de pessoas – Esta ferramenta do LinkedIn permite buscar pessoas que estejam procurando emprego ou achar pessoas/empresas que estejam buscando parcerias em negócios e mesmo estender a relação entre empresas. Pode ser uma boa opção para “caçar” novos talentos e aumentar o network da organização.

4. Experimentar o LinkedIn Direct Ads – Todos os usuários podem ter acesso ao serviço pago. O serviço de publicidade é interessante para divulgar seu negócio e é totalmente personalizado. A empresa pode usar para divulgar a marca ou uma campanha e mesmo resultados de um projeto, por exemplo. Basta criar um texto atraente e definir quanto vai pagar por cada clique e o serviço pode ser interrompido quando desejar.

5. Criar fluxo para o LinkedIn – A empresa pode usar o perfil no LinkedIn para divulgar seus projetos e serviços, procurar talentos e oferecer vagas e também estimular a participação dos funcionários na página para gerar movimentação na página e conseguir novos seguidores.

As mídias sociais trazem muitas possibilidades às empresas que precisam descobri-las e pensar no planejamento para usá-las. As dicas dadas aqui servem também para os profissionais que querem se tornar referências em suas áreas de atuação.

Para mais informações, acesse o link do blog para baixar o livro digital “How to Generate Leads Using LinkedIn”

Facebook e relacionamento com o público

20 ago

Esta semana, o Facebook alcançou 25 milhões de usuários no Brasil. Este número é o dobro do registrado no início do ano e esse ritmo de crescimento não deve cair tão cedo. O aumento é tão expressivo que o país está no “Top 5” – ranking dos países com maior crescimento e número de usuários, apesar do Orkut ainda ter maior número de usuários por aqui.

Mas este crescimento não passou despercebido pela rede social Facebook que oficializou a abertura de um escritório no Brasil até o fim do ano.  A nova filial vai funcionar em São Paulo e será comandada porAlexandre Hohagen, ex-presidente do Google, que assumiu em fevereiro o cargo de vice-presidente do Facebook na América Latina. A equipe local vai dar suporte às empresas e organizações brasileiras a se relacionar com os usuários da rede.

Com crescente número de brasileiros utilizando o Facebook para se conectar não apenas com os amigos, mas com as marcas e causas com as quais se identificam, a rede social proporciona uma ótima combinação de alcance e engajamento para as empresas se relacionarem com o público. É aí que entra o planejamento de mídias sociais.

Facebook, ferramenta de relacionamento

A presença das empresas no Facebook ainda é tímida, mas o cenário está mudando com a aumento de usuários da rede social no Brasil. A criação de um perfil no Facebook é uma boa ferramenta de relacionamento com o público. A página da rede social é uma oportunidade de mostrar a marca, desenvolver campanhas e promoções, gerar discussões e criar vínculos, engajando o público a participar, dar sugestões, criar conteúdo e partilhar.

Mas é preciso lembrar que as mídias sociais são movidas por pessoas, então a gestão dos perfis por alguém habilitado é importante. A presença de um gestor que tenha um nome e uma linguagem acessível facilita a criação de vínculos com o público e possibilita o engajamento do mesmo com a marca. Também é imprescindível que haja abertura e diálogo com os participantes.

Tais ações geram empatia e sinergia do público com a empresa desenvolvendo uma relação de confiança e trazendo novos participantes a se engajarem pela marca. Além, é claro, de reforçar a imagem da empresa e até mesmo de contribuir para minimizar os impactos de uma crise.

Talvez, este seja o momento das empresas voltarem sua atenção para o Facebook e vê-lo como uma oportunidade para novos negócios e para se relacionar com o público.

Planejando a comunicação da sua empresa

18 ago

O planejamento de comunicação é essencial para qualquer empresa, porque é ele que vai permitir o relacionamento com os diferentes públicos e o desenvolvimento e reforço da marca da empresa. 

Ok. Mas por onde começar?

Eu diria que primeiro, o gestor de comunicação precisa pesquisar sobre as ações já realizadas pela empresa e conhecer cada departamento. Em seguida, ele deve ouvir alguns funcionários em diferentes níveis hierárquicos para conhecer suas necessidades e também para compreender como eles entendem a empresa.

A partir dos dados coletados e de uma avaliação das ações, o profissional tem dois caminhos:

  • propor mudanças no atual planejamento de comunicação ou
  • criar um novo plano de comunicação

Mas isso vai depender da avaliação realizada e do orçamento disponível. De qualquer maneira, um plano de comunicação, seja interno ou externo, deve conter alguns itens básicos tais como:

  1. Introdução e o cenário da situação;
  2. Objetivo do plano;
  3. Premissa para fazer o planejamento;
  4. Pontos fortes e fracos da empresa;
  5. Determinação dos públicos;
  6. Diretrizes do plano;
  7. Descrição da estratégia;
  8. Cronograma e orçamento.

Seguindo esses itens, o plano de comunicação fica mais organizado e é mais fácil apresentá-lo aos diretores da empresa. Depois de aprovado, o próximo passo é colocar o plano em prática com os diversos públicos. Por último, mas não menos importante, é a avaliação. O gestor de comunicação precisa ouvir o público e testar as ações para saber se o planejamento foi bem sucedido. Isso pode ser feito pelos canais de comunicação da empresa (site, mídias sociais, intranet, blog, etc). Caso contrário, é preciso fazer ajustes para que o plano cumpra com a sua função de comunicar com o público e reforçar a imagem e a marca da empresa.