Tag Archives: Empresas

Uso das mídias sociais nas empresas cresce 300%

26 jan

Uso das mídias sociais nas empresas cresce 300%Um estudo divulgado em janeiro pela Palo Alto Networks, empresa de segurança de redes, mostrou um crescimento altissímo do uso dos sites de relacionamento no ambiente de trabalho que registrou aumento de 300% no uso das mídias sociais no segundo semestre de 2011, em comparação com o mesmo período em 2010.

O aumento mais expressivo no ambiente corporativo ficou por conta do Twitter que cresceu cerca de 700% de uma ano para ou outro. O que também aumentou foi o compartilhamento de arquivos via navegador, representando 92% das empresas participantes da pesquisa.

O relatório da Palo Alto Networks também explora os riscos associados aos aplicativos de compartilhamento baseado nos navegadores. Esses aplicativos de compartilhamento usam técnicas evasivas que evitam os métodos de detecção. Isso quer dizer que muitas vezes são usados sem serem identificados, representando um risco para os sistemas corporativos.

Com isso, liberar o uso das mídias sociais nas empresas deixou de ser a principal questão do mundo corporativo. O foco dos gestores agora deve ser outro: como as empresas podem disponibilizar essas tecnologias, de modo que mantenha a produtividade e ao mesmo tempo, deixe a empresa e os colaboradores protegidos contra ameaças virtuais.

O relatório de usos e riscos de aplicativos foi baseado no estudo do tráfego das redes empresariais de mais de 1600 corporações entre abril e novembro de 2011. Mais informações no site da Palo Alto.

Anúncios

Números das mídias sociais em 2011

26 set

O Search Engine Journal publicou em agosto um infográfico com o números do crescimento das mídias sociais em 2011. A comunidade lança as estatísticas anualmente em seu site e traz números globais.

O estudo estudo é interessante e serve para o planejamento de mídias sociais e para o gerenciamento de reputação para empresas.
Vale a pena dar uma olhada. Se você não conseguir visualizar, veja aqui.

The Growth of Social Media: An Infographic
Source: The Growth of Social Media: An Infographic

Facebook e relacionamento com o público

20 ago

Esta semana, o Facebook alcançou 25 milhões de usuários no Brasil. Este número é o dobro do registrado no início do ano e esse ritmo de crescimento não deve cair tão cedo. O aumento é tão expressivo que o país está no “Top 5” – ranking dos países com maior crescimento e número de usuários, apesar do Orkut ainda ter maior número de usuários por aqui.

Mas este crescimento não passou despercebido pela rede social Facebook que oficializou a abertura de um escritório no Brasil até o fim do ano.  A nova filial vai funcionar em São Paulo e será comandada porAlexandre Hohagen, ex-presidente do Google, que assumiu em fevereiro o cargo de vice-presidente do Facebook na América Latina. A equipe local vai dar suporte às empresas e organizações brasileiras a se relacionar com os usuários da rede.

Com crescente número de brasileiros utilizando o Facebook para se conectar não apenas com os amigos, mas com as marcas e causas com as quais se identificam, a rede social proporciona uma ótima combinação de alcance e engajamento para as empresas se relacionarem com o público. É aí que entra o planejamento de mídias sociais.

Facebook, ferramenta de relacionamento

A presença das empresas no Facebook ainda é tímida, mas o cenário está mudando com a aumento de usuários da rede social no Brasil. A criação de um perfil no Facebook é uma boa ferramenta de relacionamento com o público. A página da rede social é uma oportunidade de mostrar a marca, desenvolver campanhas e promoções, gerar discussões e criar vínculos, engajando o público a participar, dar sugestões, criar conteúdo e partilhar.

Mas é preciso lembrar que as mídias sociais são movidas por pessoas, então a gestão dos perfis por alguém habilitado é importante. A presença de um gestor que tenha um nome e uma linguagem acessível facilita a criação de vínculos com o público e possibilita o engajamento do mesmo com a marca. Também é imprescindível que haja abertura e diálogo com os participantes.

Tais ações geram empatia e sinergia do público com a empresa desenvolvendo uma relação de confiança e trazendo novos participantes a se engajarem pela marca. Além, é claro, de reforçar a imagem da empresa e até mesmo de contribuir para minimizar os impactos de uma crise.

Talvez, este seja o momento das empresas voltarem sua atenção para o Facebook e vê-lo como uma oportunidade para novos negócios e para se relacionar com o público.

Planejando a comunicação da sua empresa

18 ago

O planejamento de comunicação é essencial para qualquer empresa, porque é ele que vai permitir o relacionamento com os diferentes públicos e o desenvolvimento e reforço da marca da empresa. 

Ok. Mas por onde começar?

Eu diria que primeiro, o gestor de comunicação precisa pesquisar sobre as ações já realizadas pela empresa e conhecer cada departamento. Em seguida, ele deve ouvir alguns funcionários em diferentes níveis hierárquicos para conhecer suas necessidades e também para compreender como eles entendem a empresa.

A partir dos dados coletados e de uma avaliação das ações, o profissional tem dois caminhos:

  • propor mudanças no atual planejamento de comunicação ou
  • criar um novo plano de comunicação

Mas isso vai depender da avaliação realizada e do orçamento disponível. De qualquer maneira, um plano de comunicação, seja interno ou externo, deve conter alguns itens básicos tais como:

  1. Introdução e o cenário da situação;
  2. Objetivo do plano;
  3. Premissa para fazer o planejamento;
  4. Pontos fortes e fracos da empresa;
  5. Determinação dos públicos;
  6. Diretrizes do plano;
  7. Descrição da estratégia;
  8. Cronograma e orçamento.

Seguindo esses itens, o plano de comunicação fica mais organizado e é mais fácil apresentá-lo aos diretores da empresa. Depois de aprovado, o próximo passo é colocar o plano em prática com os diversos públicos. Por último, mas não menos importante, é a avaliação. O gestor de comunicação precisa ouvir o público e testar as ações para saber se o planejamento foi bem sucedido. Isso pode ser feito pelos canais de comunicação da empresa (site, mídias sociais, intranet, blog, etc). Caso contrário, é preciso fazer ajustes para que o plano cumpra com a sua função de comunicar com o público e reforçar a imagem e a marca da empresa.

Comunicar é preciso!

11 ago

Comunicar é uma necessidade do ser humano e como seres sociais vivemos buscando a interação e a intercompreensão. Se a comunicação é natural a todos, não seria diferente com as instituições criadas pelos seres humanos. As empresas também precisam comunicar, produzindo conteúdo e o fazendo circular para divulgar seus produtos e serviços e criar relações. Mas o que é comunicar e como fazê-lo?

Comunicar vem do latim “communicare” que significa tornar comum, participar, estabelecer relação, ou seja, partilhar com o outro alguma coisa. Entretanto, devemos pensar em como vamos comunicar. Com o desenvolvimento da Internet, nunca houve tanta criação e circulação de informação na história da humanidade.

Portanto, como já dizia o sociólogo francês Dominique Wolton, “Informar não é comunicar”. Então, não basta a uma empresa sair “disparando” informações sem critério e objetivos estabelecidos. O autor defende a necessidade da mediação da informação, com seleção, hierarquização e divulgação do conteúdo em sintonia com um planejamento.

Cabe às empresas entenderem a importância da existência de um departamento de comunicação para o desenvolvimento dos negócios e da marca. Então, deixo o meu recado:

– Comunicadores, valorizem sempre seu trabalho e expliquem às corporações o que é comunicar e em que um planejamento de comunicação pode contribuir para reforçar a marca e as relações da empresa.

Planejamento de mídias sociais para as empresas

10 ago

As mídias sociais se desenvolveram nos últimos 10 anos, principalmente após a chegada da Web 2.0 que permitiu a criação de plataformas que integram diferentes mídias (texto, vídeo, imagem e áudio) e hoje fazem parte da nossa vida privada e profissional. Do mesmo modo, elas estão sendo cada vez mais usadas por empresas que querem garantir sua presença na rede.

Mas existe um problema: a variedade de mídias sociais é grande e este número continua crescendo. Assim, o que fazer?

Antes de sair criando perfis em várias mídias sociais, a empresa precisa fazer um planejamento de comunicação voltado para essas mídias, estabelecendo qual o objetivo desejado, qual o público-alvo a ser alcançado e quem será o responsável pela gestão dos perfis, para então, estabelecer em quais mídias ela deve se fazer presente.

Escolher as mídias sociais aliado a um planejamento estratégico gera ganhos para a corporação. É uma oportunidade para a empresa consolidar sua marca, criar e reforçar laços com seus diversos públicos e desenvolver a confiança. Mas para isso, é preciso transparência nas suas ações, agilidade nas respostas, diálogo com os participantes das redes e abertura para sugestões, ideias e até mesmo críticas que possam contribuir para o crescimento da corporação.

Adotar as mídias sociais para a sua empresa é um bom investimento e traz um impacto positivo, mas deve ser sempre acompanhado de planejamento.